8

Monótona tarde de Verão

As flores davam espaço para meus pés descalços que encostavam no chão delicadamente. Meus óculos escuros rolavam sobre meu nariz a cada passo fazem leva-los a cima. O vento que passa pelo meus fios curtos de cabelo leva meu chapéu embora, não vou atrás deixo ele partir junto com minha suposta felicidade. Me sento naquele campo de lavanda e inalo o aroma suave das maravilhosas plantas. Talvez eu queira ficar ali pra sempre e esquecer tudo o que aconteceu comigo, aquela noite, ontem. Minha mão ainda doía, o sangue agora pulsando forte me fez lembra da força que fiz para afasta-lo. Algo gélido tocou minha pele, era uma lágrima que atravessara meu vestido de renda. Porque me permitira a lembrar disso? Mais as lembranças eram mais fortes tomando por completo meus pensamentos.

-Só mais um beijo Lara. - ele dizia me prendendo em seu braços
- Tenho que ir, agora. - falei tentando lhe dar o ultimo beijo
- Não se preocupe, são apenas onze horas. Eu te levo pra casa.
- Não é serio,Tim. Eu tenho mesmo que ir!- eu já estava gritando
Vi seus olhos saltarem, ele enrugou a testa e fechou seus lábios em uma linha reta e dura. Suas mãos me empurraram contra a parede do beco escuro, ele fechou suas mãos na minhas costas e me puxou brusca mente contra seu peito. Senti sua boca roscar no meu pescoço e chegar ao meu ouvido.
- Eu sei que você me quer! - sua voz parecia com a de um psicopata
Seus dedos tatiaram meu corpo passaram pela minha cintura, desceram ate minha saia de cetim e chegaram a minha coxa. Eu sabia que nada daqui era romântico, sabia o que ele tinha e mente, mais não podia me mexer, tentei empurrar ele pra longe mais minhas mãos eram inúteis em seu peito de aço. Meus dentes se abriram pra gritar mais seus dedos taparam minha boca semi-aberta. Eu estava impotente quando aconteceu, não tinha mais como fugir. Estava feito. Meus olhos se abriram em espanto, removi a barra do vestido branco na perna para poder ver as marcas que ele havia deixado em mim. Sua mão estava ali na minha coxa em forma de hematoma. Meu óculos de sol estava na minha mão esquerda e eu podia sentir o vento passando de novo pelos meus fios de cabelo. Fechei os olhos e deixei o cheiro me acalmar. Até que algo tampou o sol que me aquecia.
-Boa Tarde Lara-Tim disse com a voz tão monótona como aquela tarde.



8 .:

Thalita disse...

Uoooooooooooouuuuuu!!!!! Arrepiei toda lendo! Sucesso garota! Thalita

udi disse...

lol!
coool!
muuuuito legal ^^
dond e isso?

Jaline disse...

dond e isso???? xD
da cabeça da Bárbara xD

DeByy_ disse...

:O muuuito legal, amei msm *---*
beeijos

Jaque disse...

nuss!!!
foi vc msma q fez????

mto bom msm parabéns!!!

bjkssss

udi disse...

O.o
meus deus
barbara,voce tem o dom =D
invista nisso que voce tem futuro ^^
ps.:quando sai o livro?

Jaline disse...

se depender dela...
vai demorar MUITO XD

Babih Xavier disse...

Meu Deus! De onde a gente nem espera é que vem as surpresas desagradáveis... amei o texto msmo me assustando =P

Back to Top